Gestão Financeira e Fluxo de Caixa: saiba como controlar de forma eficiente

Você sabia que, segundo o SEBRAE, 82% das empresas que fecharam seus negócios declararam não ter planejado o empreendimento 6 meses antes de abri-lo? 

Esse é um dado que reflete a falta de planejamento na gestão financeira de muitos negócios.

Controlar o fluxo de caixa da sua instituição para mantê-la saudável e organizada é muito importante desde os primeiros dias em que ela estiver de portas abertas.

Quer saber como ter uma boa gestão financeira? Acompanhe nosso passo a passo!

Passo a passo para uma boa gestão financeira

O primeiro passo para organizar o fluxo de caixa é separar saídas e entradas. Isso pode ser feito de acordo com os seguintes critérios:

  • Saídas: é interessante dividir as despesas em categorias como: pessoal (pagamentos feitos a professores, serviços terceirizados e outros funcionários); administração (para materiais de escritório, telefone e internet, além do almoxarifado); despesas comerciais (marketing e comunicação, por exemplo); e financeiras (impostos, juros e multas).
  • Entradas: aqui basta acrescentar toda receita com sua respectiva descrição (pagamento de mensalidade, taxa de matrícula, investimento, etc.)

O ideal é preencher o fluxo de caixa diariamente, subtraindo as despesas do total das entradas para obter o balanço da gestão financeira do dia.

Saldo negativo é diferente de prejuízo!

Vale lembrar que, se o resultado do balanço diário der negativo, não significa necessariamente prejuízo, mas sim um déficit de caixa, o que é até normal.

O prejuízo é calculado com a soma dos custos e despesas, menos a receita total do mês.

Se você tiver um resultado negativo por muitos dias consecutivos, no entanto, então vale prestar mais atenção.

Muitos resultados negativos influenciam no resultado total do mês e podem significar prejuízo, ou seja, no final das contas, você está gastando mais do que recebe.

Como fazer a projeção de fluxo de caixa?

Agora que você entendeu como organizar seu fluxo de caixa, pode usá-lo para planejar a gestão financeira da sua escola no futuro.

Para isso, você fará, basicamente, o mesmo cálculo do fluxo diário de caixa, porém, incluindo nele dados de gastos ou receita previstos para os próximos dias ou semanas.

Se você sabe, por exemplo, que daqui a duas semanas vai ter uma despesa com tributação, deve acrescentar esse valor ao fluxo de caixa para poder programar uma economia, ou seja, uma entrada de dinheiro hoje para quitar esse fluxo no futuro.

Comece hoje sua gestão financeira

Realizar o fluxo de caixa da sua escola ou faculdade não é uma tarefa difícil, apenas requer disciplina e dedicação.

Anotar tudo que entre e que sai é uma forma de controlar prejuízos e manter sua instituição financeiramente saudável.

À medida que o negócio crescer, é interessante poder contar com ferramentas como um software de gestão para deixar a administração financeira do empreendimento ainda mais fácil, dando ao gestor a oportunidade de lidar com questões mais importantes como a qualidade do ensino da escola e a satisfação de alunos e responsáveis.

Quer um software de gestão para a sua instituição? Fale com o nosso consultor (clique aqui) e vamos otimizar seus processos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conversar agora
1
Falar com um consultor?
Quer falar com um consultor?